Como trazer o seu pet para a Suécia

Algumas pessoas me perguntam o motivo de não ter trazido a Ursulina para Suécia, a nossa gatinha que viveu com a gente por uns três anos em São Paulo. A verdade é que mudar de país é muito complicado, ainda mais com uma criança pequena. A gente sabia que existia a possibilidade da adaptação ser difícil e ter que lidar com toda a burocracia relacionada à Ursula seria muito desgastante, tanto para nós quanto para ela.

A Úrsula é uma gata muito carinhosa, adora estar perto das pessoas, mas sempre detestou viajar. O trajeto de São Paulo a São José dos Campos (mais ou menos uma hora de viagem) sempre a deixava estressada, mesmo tomando todas as precauções. A gente sabia que ela poderia não resistir a uma viagem tão longa e tomamos a melhor decisão para ela, uma nova família com duas crianças incríveis e um cachorro que cuidam muito bem dela.

Bom, mas e se a gente tivesse decidido trazer a Ursulina ou um cachorrinho para a Suécia, o que teríamos que ter providenciado?

As regras para trazer animais de estimação de outro país para a Europa são definidas pela União Europeia. Porém, a Suécia ou a Noruega têm requisitos especiais e se você vem de um país não europeu as regras mudam um pouco mais.

5 etapas para trazer seu cachorro ou gato para a Suécia

  1. Os animais de estimação devem ser vacinados contra a raiva e podem viajar 21 dias após a primeira vacinação anti-rábica. Se você viajar de um país não europeu também precisará obter um certificado de saúde da UE.  
  2. Filhotes e gatinhos devem ter pelo menos 3 meses e 22 dias de idade. 
  3. Os animais de estimação devem ter um microchip ISO. Isso deve ser feito antes da vacinação anti-rábica.  
  4. Seu animal de estimação precisará de um Certificado Veterinário Internacional e/ou Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos. 
  5. Você também precisará de seguro para o seu animal de estimação (é obrigatório). Tratar animais de estimação na Suécia é muito caro.

E se eu não puder viajar com meu animal de estimação? 

Caso você e seu animal de estimação não possam viajar juntos, você deve reservar o voo do seu animal de estimação cinco dias antes ou depois do voo. Seu animal de estimação deve levar os seguintes documentos:  

  1. Documento de vacinação, CVI ou passaporte. 
  2. Sua declaração e autorização ao seu representante, onde você deixa claro que transporta seu animal de estimação sem fins comerciais.  
  3. Uma cópia da sua reserva ou passagem aérea. 

Tá, mas quais são as normas suecas para ter um animalzinho?

A lei sueca é bastante rígida em relação a qualidade de vida dos bichinhos.

  • O animal não pode ficar mais do que 5 horas sozinho em casa;
  • Se for mantido em local fechado, tipo apartamento, deve ter vista para a janela e ter acesso à luz do sol;
  • Animais são permitidos em praticamente todos os lugares, inclusive no transporte público;
  • Muitas empresas permitem que seus funcionários levem seus bichinhos para o trabalho;
  • Caso você precise trabalhar fora o dia inteiro, deve colocar o animal em uma creche ou contratar uma babá para que ele não fique sozinho por mais de 5 horas (esses serviços são bem caros);
  • O cachorro deve estar sempre preso à guia durante as caminhadas, mas pode ser solto em áreas abertas como parques e bosques;
  • É fundamental ter um seguro saúde para os bichinhos, pois as consultas e os tratamentos são bastante caros. Algumas empresas de seguro:
Photo by Jake Oates on Unsplash

Registro de cães na Suécia

Aqui todos os cachorros devem ser registrados no Conselho de Agricultura da Suécia para ter um número de identidade. Esse registro contém informações sobre o animal e sobre o proprietário.

Há duas formas de registrar o animal, no link Hundregistret ou por meio de formulário impresso. O registro no site custa SEK 40, se for pago com cartão, o custo do boleto é de SEK 80. O registro por correio custa SEK 160.

Os cães devem ser registrados antes dos quatro meses de idade. Quando você compra um animal que ainda não seja registrado tem até quatro semanas para fazer o registro. Caso adquira um bichinho que já seja registrado, basta atualizar o registro com os seus dados pessoais, assim saberão que o cãozinho tem um novo dono.

Por que o registro de cães é obrigatório?

A lei exige que todos os cães sejam identificados e registrados porque facilita muito encontrar o dono do animal (eu estou aqui há quase um ano e não vi animais perdidos na rua). Além disso, facilita o trabalho da polícia e das autoridades nos casos de cães agressivos que causam problemas.

Gostou do post? Caso queira informações mais completas você pode entrar no site do Jordbruksverket.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s