Quem eram os vikings?

O povo viking vivia no norte da Europa, nas regiões da Suécia, Dinamarca e Noruega, entre os séculos VIII e XI, época conhecida como Era Viking. Durante este período os vikings passaram por diversas regiões da Europa com diversos objetivos: colonização e cultivo de terras, acordos comerciais até saques e pilhagens.

Os vikings dominavam as técnicas de navegação e por isso conseguiram se espalhar pela Europa. Chegaram ao leste europeu, onde hoje é a Rússia e a Ucrânia, Normandia, Britânia (Inglaterra), Escócia, Islândia, Groenlândia e a América do Norte (Canadá).

De acordo com os historiadores, o crescimento populacional e a falta de terras e alimento para todo mundo fez com que os vikings partissem em grandes navegações para conquistar novos espaços. Muitas vezes, a partida era para nunca mais voltar, o objetivo era se estabelecer em outro lugar, por isso há traços da cultura viking em diferentes lugares do hemisfério norte.

Imagem: série Vikings

Como era a sociedade viking?

A sociedade viking tinha suas classes sociais muito bem definidas e todos eram livres. Tanto os ricos quanto os pobres tinham direitos de cidadão e podiam participar das assembléias para as tomadas de decisões.

O poder era centralizado no rei, chefe militar e religioso da região que controlava. O seu poder era hereditário, mas não necessariamente era passado de pai para filho.

Abaixo do rei estavam os jarls, os nobres, que tinham muito dinheiro, terras, poder e influência, inclusive militar. Em muitos lugares os jarls eram tão poderosos que competiam com o próprio rei.

E claro, abaixo da nobreza estava o povo formado por comerciantes, pescadores, camponeses e artesãos. Além deles, também tinham os escravos que podiam ser criminosos condenados, pessoas endividadas e estrangeiros.

Imagem: série Vikings

A mulher na sociedade viking

Muita gente acredita que as mulheres vikings eram totalmente livres, mas isso não é verdade. É óbvio que elas tinham mais direitos do que qualquer mulher de outra região da Europa, mas ainda deviam certa obediência aos homens.

As mulheres eram bastante respeitadas na sociedade viking, podiam administrar seu próprio dinheiro, tomar conta das terras na ausência do marido sem ser questionada, podiam pedir o divórcio e ficar com a guarda das crianças caso se sentissem desrespeitadas e, na viuvez podiam ser ricas e influentes. Além disso, existiam leis rígidas contra o assédio e o estupro e mulheres grávidas não podiam ser torturadas ou executadas.

Por outro lado, elas não podiam participar da política ou assinar contratos, muito menos emprestar dinheiro em seu próprio nome. As solteiras eram obedientes ao pai e aos irmãos e as casadas respondiam aos maridos.

A religião viking

Eu sou muito supeita para escrever sobre esse assunto. Sou completamente apaixonada pela mitologia nórdica desde criança e o paganismo escandinávo sempre me fascinou. Mas vamos focar no que interessa, não é mesmo?

Vamos lembrar que o termo viking é muito amplo e diz respeito a muitas sociedades nórdicas, portanto os vikings não tinham uma religião muito definida e os historiadores gostam de usar o termo “paganismo nórdico”.

Os vikings eram pagãos, a religião praticada possuia elementos do xamanismo e eles acreditavam em diversos deuses, sim eles também eram politeístas.

É muito provável que você já tenha ouvido falar de alguns deuses nórdicos como Thor, Odin, Loki. Esses deuses foram cultuados na Escandinávia por muito tempo antes de se tornarem personagens da Marvel e da cultura pop.

Imagem: Divulgação (Loki)

No paganismo nórdico existem mais de trinta deuses e muitos deles foram esquecidos ao longo do tempo. Apesar dos vikings não serem extremamente religiosos, existiam rituais sazonais como o Jul (Yule), festival de inverno que após a cristianização se tornou o natal, e o Álfablót, festival de cura ou de celebração dos ancestrais.

Os vikings também acreditavam em seres etéreos como elfos, duendes e dragões. A visão de universo dos vikings era baseada na Yggdrasil, freixo (árvore) da vida, que conectava os nove mundos existentes.

A mitologia nórdica é muito extensa e complexa, impossível falar de tudo em um único post. Em breve teremos mais conteúdo sobre a antiga religião nórdica, combinado?

Gostou do post? Comenta aqui embaixo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s